19 setembro 2008

Ainda sobre propaganda política

Pra continuar no assunto, você já notou que, salvo algumas exceções bem recentes, os ataques mais agressivos aos adversários são sempre desferidos por atores ou por populares em rápidos depoimentos nas ruas? Para o candidato, preserva-se sempre o discurso propositivo, ou seja, as propostas e as palavras mais amenas. E eles chegam ao ponto de agir como se a pauleira que está quebrando em comerciais ou depoimentos não fosse nada com eles. São estratégias, não mais do que conhecidas e desgastadas estratégias.
Aliás, está bem interessante observar as diferentes estratégias de campanha aqui em Florianópolis. Confesso que nunca havia visto antes uma “briga” tão direta entre o primeiro e o terceiro lugar. Eles agem como se o candidato que está em segundo lugar não existisse. Estariam sabendo de pesquisas ainda não divulgadas? Será que já estão adiantando um possível segundo turno? E o segundo lugar, qual será sua estratégia daqui pra frente? Vai continuar no melhor estilo picolé de xuxu daquele candidato paulista, ou vai começar finalmente sua campanha? São dúvidas que só o tempo e o eleitor poderão solucionar.

3 comentários:

Kelly Veiga disse...

Ahhh profi, eu também fico analisando essa "briga" totalmente direta entre o 1º e 3º candidato mais votado, to adorando! hauhau

Beijos

je bizinelli disse...

Tenho reparado que a grande maioria das propagandas agora ja fala do segundo turno direto, como se eles ja soubessem o resultado do primeiro.

Beijo

adtudo disse...

pro segundo turno é outra campanha, mas eles tem seus gurus e medem o resultado antes... claro que são apostas, mas o povo... é povo