15 março 2009

Por onde anda a inspiração?

Domingo, 22h09. Depois de um dia de sol e muito notebook preparando aulas e fazendo alguns trabalhos, estou aqui, olhando a folha branca do Word. Lembrei da velha folha de papel jornal em branco na minha inesquecível Olivetti Lettera. A decisão pela primeira tecla a ser batida era dolorida. Sempre doía mais em mim do que nas teclas que levavam as pancadas dos meus quatro dedos datilógrafos. Sempre tive a clara ideia de que criar é um ato doloroso. Até demais.

E agora estou aqui. Batendo mais leve nas teclas modernas, papel virtual à frente... mas o branco é o mesmo. Nenhuma idéia à vista, e tenho que criar uma campanha ainda hoje. E agora já são 22h14. O tempo está passando.

Para tentar uma distração salvadora, resolvi escrever este post. Mas a cabeça continua em busca de uma solução para o briefing. Vou tentar todas aquelas técnicas que ensino em sala de aula. Uma por uma. Quando a inspiração está de folga, resta a técnica pura. Vamos ver no que dá.

8 comentários:

Caroline Rodrigues disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Caroline Rodrigues disse...

Caroline Rodrigues disse...
A inspiração talvez ande em busca da transpiração Palermo (pausa para os risos). Afinal, você nos diz sempre que a criação vem de 99% de transpiração e 1% de inspiração. As vezes estamos tão preocupados com o resultado final que não vemos os meios e os meios são os caminhos para o fim. Se o papel está vazio, talvez signifique algo, alem do nada, meu professor de filosofia sempre dizia que o "nada" é alguma coisa, pense nisso! afinal ao pensarmos, nomearmos e darmos conta de que um "nada" existe, ele passa a existir. Talvez o branco seja a sua solução, mas se não for comece pelo principio da brincadeira, imagine as besteiras que nós (alunos) fariamos com o seu briefing. Imagine as frases absurdas que criarimos, afinal você ja conhece um pouco o nosso estilo, vazio e sem compromisso, quem sabe no meio da distração o "nada" se torne algo util para a sua campanha ou o branco seja mesmo a cor que você procurava, porque o branco é a mistura de todas as cores ou a ausência delas? (è uma questão a se refletir). Abraços e boa madrugada. Me avise se chegou a uma solução.

Kelly Veiga disse...

Bora fazer um brainstorm, Banca!

Se precisar de ajuda, estamos aí ;)
hauhau

Beijos

Marília disse...

Meu professor preferido, querido, fofo, amado do meu coração.
Saudades das suas aulas. Bjossss da sua aluna nota 10, hahaha, Marilia.

katianypinho@hotmail.com disse...

O branco.
Sempre ele!

bjs

Thayse Tsuruyama disse...

hummm legal. Gosto de como
você fala das coisas.
Não me pergunte o motivo.(Será que o fato de você ser redator tem alguma relação? haha)
eu gosto do branco. Ele me deixa ansiosa!

Bruna disse...

Teve alguma idéia?
Falamos que você poderia ter colocado em vez da cola pega-pega, esse teu briefing do cliente não revelado.
Quem sabe nós alunos poderíamos ajudar! hahaha
Palermo querido, fiz um blog também. Dá uma olhadinha lá!
http://mundodabruh.wordpress.com/
bjos

Jé Bizinelli disse...

O branco é chato.. parece que ele suga todas as idéias que voce poderia vir a ter.. hahaha

Ahh, estou produzindo um vídeo pra um concurso da tv local (:

Saudaaaades das suas aulas!

Beijos!