13 agosto 2008

SOBRE PAIXÕES


Não tem jeito, de quatro em quatro anos eu me apaixono. Não tem como evitar. Ontem mesmo, fiquei até quase 2 da manhã olhando aquelas meninas na TV. Uma mais incrível que a outra. Fico emocionado de verdade ao ver nossas pequenas, e aparentemente tão frágeis, ginastas em suas competições. Meninas com olhar de adultas. Determinação, fibra e maturidade de gente grande. Em cada olhar dá pra sentir todo o sofrimento do treinamento. E também a cobrança que cada uma faz de si mesma em busca da superação interminável. Elas são deusas, ou fadas, voando com graça e leveza entre os aparelhos. Em cada salto lá, um sobressalto aqui. Eu giro com elas, eu vôo com elas, eu dou um mortal carpado com elas. Daniela, Daiane, Laís, Ana Cláudia, Ethiene e a Jade dos olhos tristes. Nomes que ficam tatuados na retina, na memória e no coração.

Quando vejo a ginástica olímpica e toda a dedicação das meninas, a comparação com as estrelas do futebol é inevitável. Sou um eterno apaixonado pelo futebol, mas o estrelismo chegou ao limite. Um aspirante qualquer faz um gol qualquer num domingo qualquer e já corre para as câmeras do Fantástico fazendo coreografias grotescas. Nestas horas, lembro da menina Laíz, depois de flutuar magicamente entre as barras assimétricas, saindo do aparelho com olhar sério e triste, e sendo rudemente cobrada pelo treinador. Seriedade e foco. Simples assim.

8 comentários:

Mariana Lafuente disse...

Já fui ginasta também e compartilho contigo essa mesma paixão.
Todas estão de parabéns mesmo!

João Paulo disse...

Fala Palermo...
Que paixão que você tem por esse esporte, mas também acho impressionante o que elas fazem, e confesso que também fiquei acordado e vibrando até ultimo aparelho da final.
Sou apaixonado por esporte, futebol, voley e os olimpicos que aqui em nosso país são tratados como amadores. É muito bonito ver o que eles conseguem fazer contra todos e tudo. Os esportitas estão de parabens sempre. Lembrando que hoje tem Cesar Cielo em sua prova mais forte em busca de mais uma medalha e Daine dos Santos no solo.
Abraço Mestre.

Maria Eduarda Selva disse...

Ai Palermo que lindo!
Eu também amo assistir essas ginasta, amo mesmo. Sempre que passa eu assito, e também fiquei até tarde assistindo...

bruna pires disse...

A Jade dos olhos tristes nos corta o coração,não?
Concordo contigo, tão novas, mas com tanta responsabilidade, uma loucura.

Fiquei até tarde torcendo com elas, é uma sensação incrível.

Sorte pro nosso verde e amarelo!

Jessica Bizinelli disse...

Meu sonho de criança era ser ginasta então sei bem o que é essa paixão por esse esporte.
Hoje só admiro e acho impressionante o que essas meninas fazem!!!

Parabéns para as nossas ginastas!

Marilis da Silva Dutra disse...

Fala sério Palermo
elas são de mais mesmo
adoro ver essas meninas dando o
melhor de si!

;)

disse...

Só num dá pra ficar até tarde vendo por causa do trabalho no outro dia, mas que é lindo é. E não só a ginástica, mas os saltos no trampolim, o nado sincronizado e todas as outras modalidades belíssimas que a gente nunca vê.

Bjo

sonia brandalise disse...

Olá Palermo,
compartilho da paixao pelo esporte, e adorei suas colocaçoes ... quero lembrar que hoje foi a revanche, com a meninas do volei contra a china ...tbem fui atleta do volei e me senti em quadra; emocionante, ainda mais pq para elas o ouro estava distante ...diferente do tratamento que os meninos receberam ...é o esporte dando exemplo para a vida ...treinamento, disciplina, dedicaçao e foco nos levam a mudança e a vitória ...
Parabéns as meninas da ginástica, do volei e todas ... pq sem paixao nao vamos mto longe ...parabéns para vc ... um brasileiro que acredita no que faz ...
abç e mta sorte..
Sonia