09 maio 2010

Idiomas e crases


Dia desses, passei em frente a um grande e famoso curso de idiomas, ali no Santa Mônica, Floripa. No portão de entrada, estava uma placa que se destacava: "Bem-vindos a maior rede de ensino de idiomas do mundo."
Não foi possível conter o sorriso. Não pela hipérbole que a promessa continha. Nada disso. Mas achei engraçado justamente o que a frase não tinha.

Aquela placa falava da maior rede de ensino de idiomas do planeta! Quer dizer, os caras conhecem e ensinam francês, espanhol, inglês, alemão e, sabe-se lá, talvez até o javanês.

Sabem e ensinam todos os idiomas, menos o português. Se soubessem, teriam utilizado a crase que se faz necessária na frase.


4 comentários:

Luz Mariana disse...

pior do que isso, só quando a criatura escreve assim: de janeiro à março (exemplo) já cansei de ver esse assasinato do coitado do português... se não sabe usar, por favor, não bota crase...
:P

Ramoni disse...

Só para esclarecer ...
O povo só tem a memória curta professor ...
Sobre o Nelson da aula de ontem, pede pro povo da sala falar sobre "O Primo Basílio", todo mundo sabe a história do livro.

adtudo disse...

bela observação meu mestre

Consultora Educacional disse...

Gosto muito dos artigos de ótima qualidade do seu Blog. Quando for possível dá uma passadinha para ver nosso Curso de Ingles. Daienne